Archive for the ‘evento’ Category

29ª Bienal de São Paulo

17/10/2010

A convite do Blog da Petrobrás, estive em São Paulo para visitar a 29ª Bienal. Antes mesmo de chegar lá, as discussões e opiniões sobre algumas obras já estavam por aqui, o que aumentou a expectativa de ver tudo de perto.

A bienal traz como tema arte e política para além de discursos panfletários – o que tranquilizou muitos que, como eu, acharam mais emocionante ver os relógios do coletivo Raqs Media, marcando horários e sentimentos, do que os desenhos pré-assassinatos de Gil Vicente.


Os relógios do coletivo Raqs Media: quinze minutos para o pânico.

Nesse sentido foi bem interessante perceber como a equipe de curadores planeja e executa uma exposição, algo muito próximo do processo de conceituação em design, que expande significados e promove associação entre inúmeras referências para criar um sentido e provocar o observador.

Muitas das obras expostas investigaram temas relacionados à memória individual e coletiva que registram fatos históricos de maneira subjetiva e criam narrativas particulares dentro de contextos maiores. Essa dimensão pessoal humaniza os grandes fatos e revela como as relações cotidianas são afetadas por eles. Nesse sentido, os trabalhos de Alessandra Sanguetti, Cinthia Marcelle, Karina Aguilera e Rosângela Rennó são belos exemplos.

Um dos grandes atrativos da Bienal é reunir as obras históricas de Cildo Meirelles, Hélio Oiticica, Lygia Pape, Artur Barrio e outros. Mas se a exposição marca pontos por trazer a público obras tão significativas do passado, deixou bem a desejar quando se trata da arte de nossos dias. Poucas obras de webarte e interativas foram exploradas. Seria uma ótima oportunidade para lembrar ao público que política também é algo que exige nossa participação em redes on e offline a todo momento.


Cinthia Marcelle e Karina Aguilera relacionam memória e política.

Fusão refrozen

07/09/2010

Lá em 2007 eu tive essa ideia de congelar imagens em blocos de gelo para criar um efeito estético, experimentos de fim de semana, mas decidi fazer algo a mais com isso. Algo como se eu pudesse medir emoções, mensurar em gráficos, comparar resultados e criar algo novo a partir daí…

As relações com imagem geram sempre grandes investigações no meio acadêmico e eu me envolvia nessas discussões por essa época (não tem como escapar desse tópico nas faculdades de comunicação e design – algo semelhante acontece com pinturas rupestres, vinhetas do Hans Donner e Comic Sans). Observar essas imagens congeladas renderam ótimas especulações para conceituar o projeto e evidenciar um propósito naquelas ideias ainda soltas.

O conceito de Fusão (como processos físico e químico) me pareceu bastante adequado para propor um experimento colaborativo que partisse de registros individuais e investigações sobre como depositamos cargas emocionais nas imagens. Dessa forma o projeto foi tomando corpo, mas ainda precisava ser materializado.

Essa é a parte tensa. Materializar uma ideia que só existe na sua cabeça e que envolve outras pessoas é bem mais complexo. Há todo um trabalho de simplificar ao máximo para se fazer compreendido e não parecer um louco! Mas é divertido também. Agradeço aos envolvidos que acreditaram e embarcaram nessa. Hoje, algum tempo depois (e aprendemos a ser pacientes e respeitar o tempo das coisas) o projeto está pronto, porém não finalizado. Como todo processo, ele continua. Mais experimentos virão, assim espero!

Em agosto de 2010, Fusão foi um dos trabalhos selecionados pelo Festival de Arte Digital, o FAD, na categoria Webarte. A exposição dura pouco tempo, mas o projeto fica no ar neste link.

Novamente, obrigado a todos e visitem o projeto!
“Why we’re forever frozen, forever beautiful, forever lost inside ourselves”. (William)

Riot on an empty street

14/04/2010

Quem nunca participu de um flashmob (como eu) e tem horror a multidões (como eu), uma boa oportunidade para se iniciar na experiência está prestes a acontecer em Amsterdã.

No dia 24 de abril, o artista alemão Sander Veenhof promove um flashmob vitual na Dam Square, quando os milhares de passantes poderão tirar fotos com celulares e visualizar por toda a praça estátuas absurdas trazidas à vida por realidade aumentada.

Veja no site do projeto os QR disponibilizados para você imprimir e levar um até lá, clicando um improvável encontro com o Darth Vader.

Fernanda Viégas sobre visual data

10/12/2009

Fernanda Viégas foi uma das poucas designers a ingressar o time de apresentações do TEDX São Paulo e era a minha palestrante mais aguardada. Subiu ao palco para mostrar suas pesquisas e projetos sobre visual data. No vídeo, ela apresenta o Many Eyes, uma ferramenta de visualização de dados e troca de informações. Confira!

Paulo Saldiva sobre racismo ambiental

29/11/2009

Paulo Saldiva em uma das minhas apresentações favoritas do TEDx São Paulo, sobre responsabilidade e ética ambiental no cotidiano. Segundo o médico, o estado atual como lidamos com as consequências ambientais de nossas atitudes está gerando uma nova forma de racismo, que pejudica parcelas da população que participam menos dos processos de emissão de poluentes .

TEDxSP: eu vou

08/11/2009

TED

Grandes expectativas pessoais para o TEDxSP. Acompanho há algum tempo as apresentações via internet. Algumas realmente motivadoras naqueles dias em que preciso me reapaixonar pela profissão, descobrir uma nova possibilidade, renovar a fé em um trabalho criativo e transformador. A proposta toda da conferência tem muito disso e não foi por impulso que há meses guardei aqui nos favoritos o link para as inscrições da edição em São Paulo.

Estarei lá, provavelmente o único na plateia sem um laptop no colo (momentos em que me sinto tão 1.0…), o que me impossibilita cobrir em tempo real (ou hábil) as palestras – agendaremos para a próxima edição. Mas espero postar depois as impressões.

O Tedx São Paulo acontece neste sábado, 14. Acompanhe pelo site oficial. Mais informações sobre um breve histórico da conferência aqui.

Abaixo, compartilho a apresentação da escritora Elizabeth Gilbert, que me rendeu bons momentos em um fim de semana. Olé!