Vou de bike

Escrevi para a Pamela assim que conheci o Writing’s in the Wall. Gostei do projeto e fiquei interessado em participar da experiência. Basicamente o email era: “Oi. Gostaria de fazer um passeio”.

Juntando sustentabilidade, arte urbana, bicicletas, storytelling e preservação da memória do espaço público, Pamela traçou um mapa por uma das áreas mais efervescentes de Londres localizando obras de grafite e arte urbana. Em cada ponto, ouvimos um áudio do artista reponsável pelo trabalho, explicando um pouco da história da região e as motivações por trás de cada obra. De obra em obra, o trajeto é feito de bicicleta e orientado por marcas no chão indicando as direções e os pontos de parada.

Fiz o caminho guiado por Pamela neste domingo. A experiencia é bem interessante pra gente que, como eu, que não mora aqui e tem a chance de saber mais sobre a história dos lugares, e ainda mais pra quem vive na cidade e passa despercebido pelos diversos murais que ela escolheu em seu (enorme!) trabalho de curadoria. Cada obra sinaliza algo sobre estilo artístico, engajamento político, relação com os espaços escolhidos (geralmente locais abandonados ou esquecidos) e percepções das pessoas que passam por ali.

Sobretudo, o projeto contribui para registrar a memória das obras, uma vez que muitas delas estão em transformação – reflexo das mudanças de uma cidade em constante movimento. Mais aqui.

2 Respostas to “Vou de bike”

  1. steffania Says:

    que foda!

  2. Daniel Says:

    Ótima proposta!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: