Mapas emocionais

“Como podemos ajudar as pessoas a traçarem seus próprios mapas com significados pessoais?”

A pergunta guiou o experimento realizado pela TenderMaps. A ideia foi propor aos moradores de Tenderloin em São Francisco (sempre lá!) uma nova abordagem para significar espaços presentes na vizinhança.

Os idealizadores do projeto prercorreram as ruas e encorajaram os moradores a definirem o bairro desenhando mapas. Três fatores foram priorizados: caminhos que as pessoas faziam cotidianamente, coisas que elas gostavam muito naquele lugar e sua localização na vizinhança. É possível ver os roteiros traçados por moradores, visitantes e trabalhadores locais.

O projeto ainda está em fase experimental, mas já visualiza uma nova maneira de se guiar e obter informações sobre os espaços e quem transita por eles, localizando os diversos sentidos que aplicamos aos locais em que vivemos. Mais no site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: